6 problemas que você pode enfrentar quando não bebe água suficiente

0
31

A desidratação do organismo pode causar uma série de complicações, entre elas estão o surgimento de problemas de saúde, distúrbios emocionais e até dificuldade de raciocínio

 

 
HIDRATAÇÃO É IMPORTANTE PARA A SAÚDE FÍSICA E EMOCIONAL (Foto: THINKSTOCK)
 
 
 
 
 

1. PROBLEMAS DE SAÚDE

O consumo elevado de água tem sido associado, em diversos estudos, com a diminuição da probabilidade do surgimento de doenças nos rins, bem como câncer do cólon e ataques cardíacos.

2. O METABOLISMO FICA LENTO

Em um estudo independente de 2010, o médico Howard Murad constatou no livro “The Water Secret” que a taxa metabólica basal (as calorias queimadas durante o repouso) acelera quando o corpo está eficientemente hidratado.

 

3. O RACIOCÍNIO PIORA

No Instituto de Psiquiatria do Kings College de Londres, em 2011, os cientistas descobriram que o cérebro de adolescentes avaliados clinicamente havia encolhido por conta da falta de água. Para chegar à esta conclusão, os pesquisadores dividiram os jovens em dois grupos: os que beberam água e os que não ingeriram nenhum líquido. Todos tiveram que passar por testes de raciocínio lógico. Ao final da pesquisa, o grupo dos desidratados não foram tão bem avaliados por conta da deficiência de água no organismo. Ainda de acordo com o estudo, ingerir água restaura o cérebro ao seu tamanho normal.

4. VOCÊ COME MAIS

Uma pesquisa com 45 adultos, financiada pelo Institute for Public Health and Water Research, dos Estados Unidos em 2010, descobriu que aqueles que bebiam dois copos de água antes de cada refeição consumiam entre 75 e 90 menos calorias do que aqueles que não bebiam nada. Mais de três meses, os bem hidratados perderam em média 2 kg a mais do que o outro grupo.

 

5. A PELE ENVELHECE

O médico Murad também confirmou o que já sabimos há tempos: a água beneficia muito a  pele. O líquido preenche marcas de expressão, melhora a aparência de rugas e dá brilho à pele.

 

6. VOCÊ FICA DE MAU HUMOR

Em 2009, pesquisadores da universidade Tufts, nos Estados Unidos, pediram que voluntários, homens e mulheres, participassem de uma atividade física de alta intensidade de 60 a 75 minutos sem beber água. Outro grupo, no entanto, foi devidamente hidratado durante o exercício. As pessoas que beberam menos água, de acordo com os resultados do estudo, ficaram mais propensas a se sentirem cansadas, confusas, irritadas, deprimidas e tensas.