Detox de açúcar: dieta australiana que virou hit

0
21

Conheça em primeiríssima mão o método australiano que é bochicho no mundo todo por 1) exterminar o vício em açúcar; 2) melhorar a saúde e o ânimo; 3) afinar a silhueta. 

 

 
detox (Foto: Henrique Gendre)
 
 
 
 

  

Posicione-se em frente a uma caixa de brigadeiros e responda: dá pra se controlar e comer só um? a menos que você faça parte de 0,01% da humanidade e seja um ser extremamente evoluído, provavelmente vai perder a conta lá pelo terceiro briga… se for o caso, má notícia: isso é vício – vício em açúcar, um mal moderno e muito mais comum do que a gente imagina. E foi justamente por ser viciada confessa que a jornalista australiana sarah wilson decidiu fazer um experimento sugar free em 2011. “pesquisando, descobri que leva oito semanas pra quebrarmos um hábito, então me propus a cortar todo o açúcar da alimentação por esse período pra recalibrar o organismo e só então reintroduzi-lo em quantidade menor”, conta a autora do best seller “I Quit Sugar”, sem previsão de lançamento por aqui (pena!).

De lá pra cá, vieram outros livros e milhares de adeptos ao detox de açúcar. “não é uma dieta com restrições impossíveis”, explica sarah. “o que faz as pessoas perderem peso é substituir o açúcar por outras delícias, só que saudáveis e ricas em proteína.” Na prática, o sistema corta temporariamente doces, carboidratos refinados, vários industrializados e frutas – embora elas sejam nutritivas, são ricas em frutose, açúcar que nosso corpo não foi programado pra metabolizar bem e que se converte em gordura quase que instantaneamente. Passados dois meses, o corpo se desintoxica, o cérebro se reprograma e, mesmo que você volte a comer açúcar, consegue se controlar – olha que bênção! Eis o lado revolucionário de “I Quit Sugar” que esmiuçamos a seguir.

 

 

Semana 01: diminua o açúcar e os carboidratos refinados corte doces, sorvete, brigadeiro, pães de farinha branca, tortas salgadas, fritura e comece a fazer trocas espertas: pipoca no lugar do cookie e queijo no lugar da sobremesa. Refri, só zero. e stévia no café. Aprenda a… tomar suco verde pela manhã e compor as principais refeições com filé de carne, frango ou peixe + salada + legumes + 3 colheres de arroz integral + 1 concha de feijão. Bem possível!

 

 

Semana 02: incorpore mais gordura e proteína. Não é loucura: é a chave pra compensar o açúcar que você cortou, ter saciedade e colocar seu corpo pra funcionar melhor (gordura boa protege o corpo de toxinas). coma abacate, queijo de cabra, nuts, ovos e substitua o óleo de soja pelo de coco. Aprenda a… comprar leite, cream chease e iogurte integrais – as versões light quase sempre compensam a pouca gordura com variações mascaradas de açúcar, sabia?

 

 

Semana 03: corte fruta, refri, mel e molho pronto comece a olhar rótulos pra ver se não tem açúcar oculto ali (em nomes diferentões como xarope de milho, sucralose, maltodextrina, dextrose etc) e dê adiós a barrinhas de cereais, catchup, molho de tomate comprado, mel, granola e iogurte com sabor (o natural pode).Aprenda a… planejar seus snacks. boas ideias: bolinhas de queijo de búfala, mix de nuts, palitos de pepino, rodelas de batata-doce cozidas

 

 

Semana 04: fique firme & forte no cardápio e no propósito a ideia é continuar como na semana anterior, redobrando a atenção aos deslizes. e corte o suco de fruta, combinado? Ele tem muita frutose, inimiga power aqui. a boa notícia é que a água de coco está liberada! Aprenda a… dizer não. vão te dizer que fruta é saudável. e é, mas não em quantidades cavalares! calma, você está se desintoxicando e, ao fim do projeto, vai voltar a consumi-las – até duas por dia. 

 

 

Semana 05: inclua mais chá e novas recompensas nessa fase, é normal você se sentir meio enjoada, com intestino preso ou até com dor nas juntas – faz parte do detox e é positivo! a sacada agora é manter a linha até virar hábito. toda vez que quiser um doce, combine com você mesma de esperar 20 minutos pra ter certeza de que quer aquilo. Se deslizar, ok: siga de onde parou. Aprenda a… fazer do chá um ritual várias vezes ao dia. ele ajuda a desintoxicar e dá sensação de conforto.

 

 

Semana 06: retome (um pouco) de doçura agora você reincorpora frutas com menos frutose – leia-se kiwi, mirtilo, framboesa, melão, morango. Também tente receitas com stévia, canela, leite de amêndoas – pode inclusive se permitir chocolate com mais de 85% de cacau. Aprenda a… moderar – mesmo nos doces artificiais! pesquisas sugerem que ingerir adoçantes em excesso aumenta a fissura por açúcar (e isso pode acabar te engordando, que paradoxo!).

 

 

Semana 07: mantenha o pé atrás e se desintoxique pós-deslize isso quer dizer continuar com o cardápio saudável e low sugar e desconfiar do açúcar, mesmo quando o dito-cujo vier acompanhado de uma aura saudável – tipo bolinho de açúcar demerara ou morango com calda de chocolate amargo. Aprenda a… fazer um minidetox. no dia depois de exagerar em algo, corte carboidrato e capriche em vegetais + proteínas quentinhos, com direito a queijo, tá?

 

 

Semana 08: prefira tudo natural e integral – pra sempre se você chegou até aqui, seu cérebro já incorporou o hábito de dizer não ao açúcar. Então tudo o que você precisa é manter a pequena quantidade dele por dia – o máximo de duas frutas, os doces da semana 6 e, please, muita cautela nos molhos prontos. Aprenda a… consumir menos industrializados e tudo integral! essa é a melhor maneira de continuar a controlar o açúcar que consome e manter a linha.

 

 

fonte: Glamour