Maxi Cardigan, com ele você não precisa de mais nada!

0
82
 

 

O cardigan já é um clássico da moda, e toda mulher deve ter pelo menos um no seu closet. Mas a tendência para este Outono/Inverno é a versão maior dele. O maxi cardigan! Que pode ter o cumprimento abaixo do quadril ou até o tornozelo. É uma peça leve e cheia de movimento, que pode te deixar mais quentinha se for feito com uma trama ou fio mais grossinho, Mas o que, com certeza, você vai usar mais seria o mais fino e até furadinho para aqueles dias de frio menos rigoroso.

 

Os formatos também estão repaginados e podem ter formas mais “bicudas” ou arredondadas nas pontas. As cores podem ser as mais variadas e também são bem vindas as com estampas étnicas.

 

Ninguém pode negar que por serem mais leves, são ideais para dias de inverno mais ameno, de dias de calor quando o frio vem de repente, ou mesmo no trabalho onde o ar condicionado fica ligado no máximo.

 

Em outros anos já falamos deles, demos dicas de como usar e agora vamos falar dos maxi que também são super charmosos, deixam a gente mais quentinha porque alguns podem ir até os pés e as combinações também são inúmeras.

 

Essa versão também moderniza mais a produção e não corre o risco de “envelhecer”, como o modelo tradicional que se não for escolhido e combinado da forma correta corre o risco de deixar a sua produção com cara de senhora.

 

Ele pode ser confeccionado em diversos tecidos, tramas modelagens. E dependendo da sua escolha ele pode ficar mais aconchegante e informal ou pode até ir à festa ou balada se for com um tecido mais elaborado.

 

Como combinar?

 

Ele pode ser combinado com diversas peças como shorts, saia, vestido, calça, tênis, botas de diversos tamanhos de cano. E por ser uma peça chave ele consegue transformar qualquer look simples em um look mais cool.

 

Maxi Cardigan com Short

maxi-cardigan-com-short

Maxi Cardigan com Saia

maxi-cardigan-com-saia

Cardigan Longo com Vestido

maxi-cardigan-com-vestido

Cardigan Longo com calça

maxi-cardigan-com-calça

 

por Carla Baldwin