Três tendências de beleza fresquinhas das passarelas de alta-costura

0
34

Voilettes, rabo de cavalo baixo e olhos gráficos devem conquistar as próximas festas

 

Violettes (Foto: Antonio Barros e Reprodução)

Asemana de alta-costura de verão 2018 chegou ao fim e, além dos looks festivos desfilados durante os quatro dias de evento, boas ideias de cabelo e maquiagem podem ser pinçadas das passarelas – como o make pastel, por exemplo, que reinou no desfile da Armani Privé. Mas algumas propostas se repetiram, mesmo em um line-up curto, provando que têm tudo para virarem tendência em uma festa bem próxima. 

As voilettes são uma delas. O acessório, que consiste em uma delicada rede que cobre o rosto, apareceu em diferentes versões: na Chanel, o hairstylist Sam McNight criou um arranjo de flores pastel no topo da cabeça do qual descia uma renda delicada que rodeava o rosto; na Dior apenas algumas modelos ganharam uma estrutura que cobria só a parte da frente do rosto (outra modelo teve sua cabeça rodeada por uma rede delicada, quase invisível, enfeitada por pequenos insetos); e na Ralph & Russo uma faixa grossa tipo turbante foi incrementada com uma pequena voilette clássica que terminava na altura do nariz das modelos.

rabo baixo (Foto: Antonio Barros e Reprodução)

Coincidência ou não, Chanel e Dior, duas que apostaram no acessório, também escolheram o mesmo pentado. O rabo de cavalo baixo, alternativa prática e chique à toda prova, apareceu mais livre na Chanel, com duas mechas da franja soltas. Já a Dior optou pela versão imaculada, repartido na lateral, bem rente à cabeça e com acabamento perfeito.

 

Dior e Armani (Foto: Antonio Barros e Reprodução)

Quesito make, o delineado tipo “galho” da Dior, criado por Peter Philips, diretor criativo de maquiagem da maison, provou que a tendência de traços inventivos continua forte. Já na Armani Privé, Linda Cantello aplicou um tufinho de cílios postiços só nas laterais, o que garantiu um efeito gráfico e interessante no olhar das modelos.

fonte: vogue